16 de setembro de 2008


Ainda que seja longe a luz,
ainda que a dor saiba dos desejos,
ainda que na alva
continue o nome
e a memória,
e o amor brilhe
entre as trevas,
ainda...

2 comentários:

PAUL CONSTANTINIDES disse...

ainda
amamos
ainda
sonhamos
ainda
estamos vivos

abs
paul

Iolanda Aldrei disse...

aínda...
que doe viver,
estamos vivos.