24 de janeiro de 2010

Roma XVI


2 comentários:

soantes disse...

Foi uma boa surpresa vir aqui (já não vinha há umas duas ou três semanas) e encontrar esta série sobre Roma. Boas fotos e como gosto que sejam as de viagem: encontros entre o que descobrimos e a nossa intimidade, sem cair no turístico ou no esteticismo das arquiteturas características ou num intimismo excessivo, que mal chega a perceber a realidade em volta.

Iolanda Aldrei disse...

Meu caro,
surpresa sempre achar as tuas palavras.
Roma... mais cada dia doe o contraste do império, agora católico, e a realidade em volta... Fica rota a cidade entre o esplêndido e o triste e a vida abre caminhos, questiona a dignidade dos príncipes e liberta a dos humildes, enquanto confirma a desorde cronológica e geográfica como único ponto de partida.
Beijos