27 de dezembro de 2009

O tempo tranformou-se em viver,
o amor em corpo do Sul
em leito abaixo a manar,
a terra em cor,
o sonho em vida
e falta o mar.
Lembro séculos de água,
a primeira pele escura,
e nascer na rocha tua,
a brilhar som
e ondas bravas
com dom de partilhar.
Agora moro na sombra da montanha,
nos limites entre a luz e treva tenra,
e abraço desenhos na lareira,
lume no lume, verso no ar,
verde a morar
borralha em flor .

4 comentários:

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

amiga
desejo a vc e aos seus
um feliz ano novo.
que 2010 seja sempre
poético e lirico.
com muita musica também.
abs
musa musicais
paul

HAPPY NEW YEAR!!!!!

Adrián Ordóñez disse...

Iolanda, feliz aninovo! Espero que este ano sexa moito mellor para ti e os teus: un ano cheo de boas novas.

Unha aperta,
Adrián Ordóñez.

Iolanda Aldrei disse...

Caro Paul, muitas muzas músicas, e desejos de muitas alegrias, criatividade e bem para o ano que se inicia.

Iolanda Aldrei disse...

Querido Adrian,
Feliz ano! Éxitos e alegrias. Miles!